Agricultores do norte do PR estão apreensivos com pedido de recuperação judicial de empresa

A empresa Seara Indústria e Comércio de Produtos Agropecuários, uma gigante do agronegócio que tem sede na região norte do Paraná, entrou com um pedido de recuperação judicial. As dívidas da empresa ultrapassam os R$ 2 bilhões. Agora, agricultores que venderam grãos para a empresa não sabem se vão receber.

O grupo Seara, que não tem nada a ver com a Seara Alimentos, do grupo JGB, foi fundado há 60 anos e tem negócios nos setores de agropecuária, terminais de carga, fábrica de ração e de produtos plástico.

Os acionistas dizem que foram afetados pela crise econômica, por atrasos no recebimento de créditos tributários, por problemas de logística ferroviária e de restrições de crédito.

A Justiça nomeou um administrador de uma firma especializada, e também suspendeu algumas ações de cobrança contra a empresa. Também autorizou que ela devolva 133 dos 193 caminhões que tinham sido financiados.

Com isso, o grupo tem 60 dias para apresentar um plano de recuperação que precisa ser aprovado por uma assembleia de credores.

“Ela tem uma estrutura invejável. Superando esses problemas, com dedicação dos diretores e de todos os funcionários, temos uma esperança muito grande nessa recuperação”, pontuou o advogado da empresa João Tavares de Lima Filho.

Fonte: G1 – PR