Arroz: exportações brasileiras reagem em maio, mas ainda seguem bem abaixo dos volumes importados na atual safra

As exportações brasileiras de arroz (base casca) em maio/2017, o terceiro mês do ano-safra 2016/2017, que iniciou em 1º de março de 2017 e se encerrará em 28 de fevereiro de 2018, atingiram 77.164 toneladas (base casca), 30% abaixo do registrado no mesmo mês do ano passado (maio/2016). Entretanto, em relação ao mês anterior (abril/2017), há uma reação significativa, com alta de 103%.

No acumulado do primeiro trimestre do ano-safra 2016/2017, entre março e maio, as exportações apresentam expressivo recuo de 57%, totalizando 161.334 toneladas (base casca), contra 373.374 toneladas (base casca) embarcadas no mesmo período do ano-safra anterior. Com o desempenho ainda fraco das exportações, o primeiro trimestre fecha com déficit na balança comercial do setor de 191.788 toneladas (base casca). Portanto, no acumulado da safra, o Brasil segue como importador líquido, com importações superando o volume exportado.

Em maio de 2017, as importações de arroz atingiram 106.963 toneladas (base casca), um aumento expressivo de 49% em relação ao mesmo mês do ano-safra anterior (maio/2016), quando foram importadas 72.023 toneladas pelo Brasil. No acumulado do primeiro trimestre do ano-safra 2016/2017, as importações de arroz apresentam expressivo aumento de 84%, totalizando 353.121 toneladas (base casca), contra 191.704 toneladas (base casca) importadas no mesmo período do ano-safra anterior. Do total importado pelo Brasil em abril, 48% foram oriundos do Paraguai, 37% do Uruguai, 9% da Argentina e os restantes 6% de outras origens.(Carlos Cogo Consultoria Agropecuária)

Fonte: Carlos Cogo consultoria