NFL jerseys and apparel wholesale
- Sucesso no CampoSucesso no Campo

Categoria Geral - 1 de abril de 2020

Por Antonio Ademar dos Santos*

Opinião de um contador: “Seleção natural, os eventos são filtros – 01/04/2020”

Eventos:

Houve com a reforma trabalhista uma valorosa liberdade para os empregadores e empregados negociarem suas relações de trabalho.

Muitas situações que eram consideradas nulas, passaram a ter valor perante a justiça do trabalho.

Um dos casos é a liberdade de associação e filiação, em sindicatos por exemplo, que deixou de ser obrigatória, minimizando custos e desburocratização do sistema.

Outra foi a liberdade de negociação individual e coletiva que os empregadores passaram a ter com o empregado, o que fez com que muitos empregos fossem mantidos e novos criados.

Ainda a possibilidade de pagar as “gratificações” da forma de PPR – Programa de Participação nos Resultados – nas pessoas jurídicas e premiações nas pessoas físicas, proporcionando mais renda ao trabalhador e economia com encargos para o empregador.

Como diz nosso amigo Vitor Gaiardo: “em tempo de guerra temos que usar das estratégias.”

Uma seleção natural se apresenta quando aparecem grandes dificuldades, pois se fôssemos demitir trabalhadores, quais seriam os primeiros?

O descomprometido?
O menos produtivo?
O de maior custo?
Aquele que se ausenta facilmente do trabalho?
Ou ainda aquele em que embora importante tocamos o negócio sem ele?

Aí surge o evento: SELEÇÃO, por dedicação, comprometimento e amor ao trabalho.

O Sistema de saúde do país, estados e municípios:

Não tínhamos UTI, não tínhamos números suficientes de leitos, e ainda não tínhamos respiradores, EPIs, faltou até álcool gel, etc…

Oque aconteceu? Governos federais, estaduais e municipais se equipando e inclusive abrindo hospitais que estavam parados e construindo os de campanha.

Aí surge o evento EFICIÊNCIA, parceria e responsabilidade, tanto dos políticos como da sociedade.

Não tínhamos verbas para a saúde, e foi realocado de todos os cantos para atender.

Teve até abdicação de salários em prol da saúde, redução de verbas, redesignação de verbas antes alocadas em outras áreas, observem que aí, temos o efeito:

Aí surge o evento esperado para o século: vergonha na cara e sensibilidade, “Revisão nos princípios de administração pública”

Houve a ordem para paralisação de empresas, restrição de acessos, e ainda monitoramento de pessoas, reuniões do poder público municipal com empresários. Governadores de estado dizendo que irão discutir com a sociedade sobre a abertura das portas, pensando na economia nacional. Houve a paralisação parcial de atividades, já se viu que num curto espaço de tempo teremos o desabastecimento e o risco enorme de a violência chegar.

Houve aí o cuidado coletivo e a preocupação com o futuro da economia e do cidadão

Os prefeitos e governadores viram que governar não é uma simples tarefa, mas uma arte que requer muita dedicação, conhecimentos e parcerias, e acima de tudo POLÍTICA no aspecto POLÍTICO é SECUNDÁRIA, ONDE os VOTOS dos brasileiros, devem realmente ser respeitados e valorizados.

A ATITUDE DO SINDICATO RURAL em parceria com empresários, produtores e secretaria da saúde em desinfectar as ruas e principais acessos da população foi ESPETACULAR!!!

Uma mãe gera a Vida!
Bombeiros e médicos salvam vidas!
Produtores rurais alimentam a vida!

*Antônio Ademar dos Santos, contador, consultor tributário, sócio da Tato Consultoria Ltda, gestor em holdings familiares, sócio da Unitec Assessoria Contábil Ltda, mini produtor e associado do Sindicato de produtores rurais de Jataí – GO Instagran: antonioademar.consultor


Outros Artigos