Carne bovina perde competitividade frente a carne de frango e suína

Com o lento escoamento da carne bovina nas últimas semanas, no mercado atacadista de carne bovina com osso, em São Paulo, o boi casado de animais castrados apresentou queda de 1,2%, em julho (até dia 25/7) em relação à média de junho.

Para a carcaça de frango e suína, o cenário não foi diferente, a demanda está aquém do esperado e o resultado foi a desvalorização de 9,3% para a proteína de frango no atacado e de 14,2% para a de suíno, em igual período.

Com isso, atualmente, a relação de troca entre a proteína bovina e a de frango está em 2,47, ou seja, com o preço de um quilo de boi casado no atacado é possível adquirir 2,47 quilos de frango, alta de 8,9% em relação a junho último.

Para o suíno esta relação está em 1,96, aumento de 15,1% em igual comparação.

Isso quer dizer que a carne bovina perdeu competitividade tanto frente a carne de frango como para a carne suína no período.

Figura 1 - Scot Consultoria - Carnes

Fonte: Scot Consultoria

Crédito: Domínio Público/Pixabay