Dia de Mercado apresenta cenário e perspectivas da aquicultura no Brasil

A 4ª edição do Dia de Mercado da Aquicultura, que acontece no dia 31 de julho, em Fortaleza, no Ceará, vai apresentar aos participantes o cenário e as perspectivas sobre a atividade no Brasil. O objetivo do evento, promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), é divulgar informações técnicas e econômicas identificadas pelo Projeto Campo Futuro na região.

O presidente da Comissão Nacional da Aquicultura da CNA, Eduardo Ono, será um dos palestrantes e vai falar sobre a importância da organização setorial. “Hoje existem diversas associações espalhadas pelo país com a mesma demanda para a aquicultura. Nós precisamos unificar o discurso e concentrar os pleitos para avançarmos na resolução dos principais gargalos”.

Eduardo também vai apresentar os desafios da comunicação entre os produtores e o mercado. “Os aquicultores precisam saber o que o consumidor busca em termos de tendência. Se ele prefere um filé maior, o produtor terá que focar num peixe maior. Se for um corte específico, a matéria prima deverá ser própria para isso.”

Além dessa palestra, a programação terá debates sobre custos de produção, mercado de produtos e sua viabilidade e cultivo de tilápia em Sistema de Recirculação (RAS).

Inscrições – As inscrições podem ser feitas por telefone, na hora do evento ou pelos e-mails: [email protected] e [email protected]

Serviço

Dia de Mercado da Aquicultura
Data: 31 de julho de 2018
Hora: 14h às 17h30
Local: SEBRAE Ceará – Avenida Monsenhor Tabosa, 777, Praia de Iracema

Fonte: CNA

Crédito: Domínio Público/Pixabay