Em Chicago, mercado do milho opera com desvalorizações na manhã desta 4ª feira

Nesta quarta-feira (10), as cotações futuras do milho na  Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram a sessão próximo da estabilidade. Às 9h08 (horário de Brasília), o vencimento julho/19 registrava uma queda de 3,75 pontos a US$ 4,28 por bushel. O contrato setembro/19, operava com uma desvalorização de 2,75 pontos, cotado a US$ 4,29 por bushel e o  dezembro/19 trabalhava com um recuo de 3,00 pontos a US$ 4,34 por bushel.

De acordo com as informações da Reuters Internacional, os futuros de milho dos Estados Unidos caíram cerca de 1% por conta das previsões de clima favoráveis para as culturas que reduziu o percentual de perdas. “Meteorologistas esperam uma virada um pouco melhor nas condições da safra do Meio-Oeste. O que significa que as culturas de milho são improvável que sofra com as adversidades climáticas”, disse Tobin Gorey, diretor de estratégia agrícola, Commonwealth Bank of Australia para a Reuters Internacional.

Segundo análise de Bryce Knorr da Farm Futures, o milho e a soja registraram principalmente boas condições de desenvolvimento, apesar das preocupações sobre os efeitos do excesso de umidade e do plantio tardio em ambas as culturas.

Fonte: Notícias Agrícolas Por Andressa Simão