Feira do Abacaxi de Aparecida de Minas gera R$ 3,5 milhões em expectativa de negócios

6ª edição da Feira de Agronegócios do Abacaxi de Aparecida de Minas, distrito de Frutal, realizada de 26 a 29 de julho, atingiu a marca de R$ 2 milhões

A 6ª edição da Feira de Agronegócios do Abacaxi de Aparecida de Minas, distrito de Frutal, realizada de 26 a 29 de julho, atingiu a marca de R$ 2 milhões em expectativa de negócios, e R$ 1,5 milhão em vendas consolidadas, totalizando o valor de R$ 3,5 milhões em negócios. O número é superior aos R$ 3 milhões registrados na edição do ano passado. As negociações aconteceram entre os cerca de 300 produtores participantes do evento, e empresas da região e também de outros estados.

Além de representar o crescimento e a visibilidade da feira, os números indicam o fortalecimento da cultura do abacaxi no distrito e na região. A maior produtora do fruto da espécie Pérola, e que colabora para inserir Minas Gerais como segundo Estado no ranking nacional de produção de abacaxi. A alta produtividade – cerca de 70 mil toneladas por ano em cerca de 2 mil hectares cultivados – faz do município de Frutal o líder do estado de Minas Gerais neste segmento.

Realizada pela Cooperativa de Produtores de Aparecida de Minas e Região (Coopercisco), com o apoio do Sebrae Minas, a feira ofereceu possibilidade de gerar negócio, momentos de capacitação com palestras sobre “Nutrição do abacaxi via Follar”, com o engenheiro agrônomo da Emater, José Roberto, e “Controle Biológico no Abacaxi), com a mestre em Agronomia (Horticultura), FCA/UNESP, Thais Cirino, além de Dia de Campo para demonstração de novas tecnologias do abacaxi.

A analista do Sebrae Minas, Joana Rafaela, destaca a prospecção de negócios e o reconhecimento da abacaxicultura gerados pela feira. “É uma oportunidade que os produtores têm de impulsionar os negócios e fortalecer a cooperativa. A cada dia eles estão em busca de conhecimentos, técnicas, tecnologias e mercado para melhorar a atividade”, afirma.

Fonte: Agrolink c/inf. assessoria

Crédito: Domínio Público/Pixabay