Fertilizantes e frete elevam custos de produção em junho

Além do impacto da variação cambial no preço dos fertilizantes, um novo item está fazendo os custos de produção aumentarem ainda mais

Além do impacto da variação cambial no preço dos fertilizantes, um novo item está fazendo os custos de produção aumentarem ainda mais. A implantação da tabela de frete pelo governo federal pesou no bolso do produtor e influenciou no novo aumento do Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP). Conforme relatório do mês de junho de 2018, divulgado pelo Sistema Farsul nesta segunda-feira, dia 23, a alta foi de 3,97%.

O IICP também apresentou aumento de 7,12% no acumulado do ano e de 9,16% em 12 meses. Em ambos os casos, o resultado também é consequência da taxa de câmbio que afeta os valores dos fertilizantes junto com o preço do diesel. Já o Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelo Produtor (IIPR), registrou queda de 3,29% em relação ao mês anterior. A redução de 6% no preço da soja foi a principal responsável pela retração. Apesar do resultado do último mês, no acumulado a valorização é mantida, sendo 11,64% no ano e 16,74% em 12 meses.

Na comparação com o IPCA, apesar de ambos aumentarem, o IICP apresenta elevação maior, 9,16% contra 4,39%. Já em relação aos preços, novamente fica demonstrado não existir uma relação direta entre o preço no campo e nas prateleiras em curto prazo. Enquanto o IIPR está em trajetória de alta desde março, o IPCA Alimentos registrou aumento no último mês após período de alguns meses de queda.

Fonte: Farsul

Crédito: Domínio Público/Pixabay