Frango vivo: Início de mês não favorece preços ao produtor

Os preços o frango vivo ficaram estáveis nesta quinta (08). Após queda generalizada nos últimos dias, as cotações conseguiram conseguem se segurar, mesmo diante de um ambiente frágil para negociações.

Na semana passada, o levantamento de preços realizado pelo Notícias Agrícolas, ao menos quatro praças recuaram. A maior queda ocorreu em Minas Gerais, que perdeu 12% de seu valor, sendo cotado a R$ 2,20/kg. Seguido do Paraná, onde a queda foi de 8,89% deixando o quilo do animal vivo precificado em R$ 2,05/kg.

Um dos fatores que prejudicou o setor foi a queda nos preços da carne bovina, o que aumentou a competitividade em relação à carne de frango.

Além disso, a crise política trouxe preocupações ao setor por trazer de volta a volatilidade cambial, ainda que o real desvalorizado traga um maior espaço para as commodities agrícolas no cenário internacional. “Há de ser considerada também a questão da JBS, que vive uma situação complexa nesse momento, o que deixa as projeções para o futuro bastante imprevisíveis”, explica o analista, Fernando Iglesias, da Safras & Mercado.

Fonte: Notícias Agrícolas