Goiás terá leilões de Pepro de milho na próxima semana, garante Ministério da Agricultura

Os primeiros leilões de milho safrinha devem ocorrer em Goiás na próxima semana. Esse foi o compromisso assumido pelo secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura (Mapa), Neri Geller, com o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Goiás (Aprosoja-GO), Bartolomeu Braz Pereira, e diretores da Aprosoja Brasil, durante reunião nessa terça-feira (27/6), em Brasília.

No encontro, Bartolomeu falou da urgência em promover esses leilões no Estado, pois devido ao aumento da oferta do cereal os preços estão operando abaixo do mínimo oficial (R$ 19,21) desde a semana passada. Nessa terça, por exemplo, a cotação média da saca de 60 kg em Goiás foi de R$ 18,13, segundo dados do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag).

Diante da solicitação, Geller afirmou que ainda nesta semana o Mapa vai divulgar os editais de Pepro (Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural) e talvez de PEP (Prêmio para Escoamento de Produto) para atender o Estado. Conforme o secretário, os leilões já devem acontecer na próxima semana.

“Aprosoja-GO e Faeg vinham informando o ministério sobre o andamento do mercado goiano. Acreditamos que essa medida é importante e vem em boa hora para colaborar na comercialização dos produtores e ajudar o escoamento da safra”, destacou o presidente da Aprosoja-GO, que também é vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg).

Alerta

É importante que os produtores fiquem atentos às empresas que vão participar das negociações, alertou Bartolomeu. “Tivemos relatos de que no Mato Grosso algumas empresas estão fazendo venda casada: pegam o prêmio do Pepro e já comercializam seus insumos com preços bem acima do mercado”, ressaltou o presidente da Aprosoja-GO.

 Fonte: Laura de Paula/Aprosoja-GO