Inaugurada a Campo Grande Expo, a caçula das feiras brasileiras do agronegócio

Exposição tem como temática principal o ILPF – Integração Lavoura Pecuária e Floresta e prossegue na tarde desta terça-feira (17) com Rodadas de Negócios e palestra sobre Política Agrícola

Com a presença do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, de representantes políticos dos níveis municipal, estadual e federal, além de importantes lideranças nacionais do agronegócio, foi aberta oficialmente, na noite desta segunda-feira (16), em Campo Grande/MS, a Campo Grande Expo, a mais jovem feira brasileira do setor. “É sempre importante o Estado poder contar com uma pessoa com o espírito empreendedor como tem a Alessandra Piano, idealizadora e realizadora da feira, que enfrentou barreiras, mas não poupou esforços para concretizar seu sonho”, afirmou Azambuja. O governador salientou os desafios vencidos pela promotora da feira, enfatizando que a Campo Grande Expo demostrou seu grande potencial e “já é uma realidade”.

A deputada federal por Mato Grosso do Sul, Tereza Cristina, que preside a Frente Parlamentar da Agricultura na Câmara Federal, também participou da solenidade de abertura da feira e, em seu pronunciamento, salientou a coragem da idealizadora do evento. “Penso que Campo Grande, pela importância de Mato Grosso do Sul no cenário agrícola brasileiro, merecia há muito tempo ter uma feira do porte da Campo Grande Expo”, disse a parlamentar, acrescentando que a exposição revela ter todas as credenciais para entrar no calendário nacional das principais feiras do segmento.

Em sua saudação de abertura da Campo Grande Expo, Alessandra Piano ponderou que enfrentou vários desafios e obstáculos ao longo de cerca de um ano que durou o processo de concepção do evento, mas fez questão de ressaltar que encontrou também muitas pessoas e entidades que lhe incentivaram. Uma das primeiras dessas entidades foi a ABAG – Associação Brasileira do Agronegócio, que lhe abriu as portas para contatos com outras instituições do agro nacional.

A idealizadora da feira agradeceu o apoio e estímulo dos dirigentes da entidade, enfatizando que a ABAG foi uma das primeiras associações que procurou para detalhar seu projeto de montar uma feira de agro no Mato Grosso do Sul. “Gostaria de destacar que o Luiz Cornacchioni, diretor da Abag, foi um dos responsáveis pelo direcionamento temático da feira, com foco no ILPF – Integração Lavoura Pecuária e Floresta, o sistema que está mais desenvolvido no Mato Grosso do Sul”, complementou a empreendedora. A partir desse conceito, segundo Alessandra, o modelo da feira evoluiu para um mix que inclui exposição de novas tecnologias em máquinas e equipamentos para agropecuária e difusão de conhecimento por meio de um consistente programa de palestras, debates e oficinas temáticas para levar informação importante ao desenvolvimento constante do produtor rural.

Campo Grande Expo, que reúne, numa área total de 20 mil m2, 80 marcas e tem previsão de atrair a atenção de milhares de visitantes, prosseguirá até a próxima sexta-feira, dia 20, das 8h às 20h30, no Terra Nova Eventos (Rod MS 080, Sn, Quadra: 0 Area; Lote: 0A2 – B). Na tarde desta terça-feira (17), a exposição prevê uma série de palestras e atividades.

Data: 16 a 20 de julho de 2018

Local: Terra Nova Eventos (Rod Ms 080, Sn, Quadra: 0 Area; Lote: 0A2 – B)

Horário: das 8h às 20h30

www.campograndeexpo.com.br

Fonte: Assessoria/Divulgação