InfoCafé: Cotações

Pequenas torrefações preparam grãos especiais de café
Infocafé de 04-07-2024
MERCADO INTERNO
BOLSAS N.Y. E B.M.F.
Sul de Minas R$1.425,00
R$1.365,00
 
Contrato N.Y.
Fechamento
Variação
Mogiano R$1.425,00
R$1.365,00
Setembro/2024 224,20 Fechada
Alta Paulista/Paranaense R$1.405,00
R$1.355,00
Dezembro/2024 222,05 Fechada
Cerrado R$1.425,00
R$1.375,00
Março/2025 219,80 Fechada
Bahiano R$1.405,00
R$1.365,00
 
* Cafés de aspecto bom, com catação de 10% a 20%.
Contrato BMF
Fechamento
Variação
FUT 2025 6/7 15% cat Set
R$1.290,00
R$1.270,00
Setembro/2024 276,50 +2,50
FUT 2026 6/7 15% cat Set
R$1.290,00
R$1.270,00
Dezembro/2024 272,70 +3,65
Dólar Comercial: R$5,4863
     

Bolsa de N.Y. não funcionou nesta quinta-feira (04), devido ao Dia da Independência dos Estados Unidos.

A A moeda norte-americana à vista encerrou o dia cotada a 5,4863 reais na venda, em baixa de 1,49%. Em 2024, porém, a divisa ainda acumula alta de 13,08%. Na terça-feira, antes da mudança de tom do governo, o dólar chegou a ser negociado a 5,70 reais. Fonte: Terra.

A produção de café na Colômbia, o maior fornecedor mundial de arábica lavado, aumentou 23% em relação ao ano anterior em junho, para 1,17 milhão de sacas de 60 kg, informou a Federação Nacional dos Cafeicultores na quinta-feira, sem explicar as razões do aumento. A safra de café de junho de 2023 da Colômbia alcançou 956.000 sacas.A produção no sexto mês também aumentou 4,6% em relação a maio. Enquanto isso, as exportações de café colombiano em junho aumentaram 36%, para 1,02 milhão de sacas de 60 kg, em comparação com o mesmo mês do ano anterior.No primeiro semestre do ano, a produção de café colombiano acumulou um aumento de 16%, para 5,82 milhões de sacas, enquanto as exportações subiram 15%, para 5,74 milhões de sacas, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Enquanto isso, nos últimos 12 meses, a safra de café aumentou 14%, para 12,1 milhões de sacas, e as exportações avançaram 7,6%, para 11,3 milhões de sacas. A Colômbia, o terceiro maior produtor mundial de café, depois do Brasil e do Vietnã, tem capacidade para produzir cerca de 14 milhões de sacas por ano. O país sul-americano, conhecido por seus cafés suaves e de alta qualidade, tem 840.000 hectares cultivados com café e cerca de 540.000 famílias dependem dessa atividade. A safra de café da Colômbia aumentou 2% em 2023, para 11,3 milhões de sacas de 60 kg, encerrando três anos consecutivos de queda.

Fonte: Mellão Martini