Agropecuária lidera geração de empregos em Goiás, diz Caged

Categoria Geral - 29 de julho de 2016

A geração de empregos em Goiás vem se mantendo positiva neste primeiro semestre do ano e fez com que o Estado alcançasse o 1º lugar no ranking nacional de geração de empregos. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (28), de janeiro a junho de 2016, o saldo entre admissões e demissões ficou positivo no estado, com incremento de 16.614 novos postos de emprego.

O resultado positivo se deu especialmente em função da agropecuária, setor que acumula os melhores resultados no ano, com saldo positivo de 9.868 postos de trabalho formal. “Os números do levantamento do pelo Caged, evidenciam novamente que o setor produtivo rural continua gerando bons resultados mesmo com a crise econômica no país e a as dificuldades climáticas. O agronegócio segue como forte agente de superação da crise, sendo destaque na geração de empregos em Goiás e no Brasil”, ressalta o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner.

Em junho, a agropecuária novamente foi a campeã na geração de empregos, com saldo de 1.860 novos postos de trabalho. Dos 8 setores analisados em Goiás, somente o comércio apresentou resultado negativo em junho, com queda de 1.318 postos de trabalho.

No acumulado do ano, o Brasil vive situação bastante crítica, tendo fechado mais de 500.000 postos de trabalho no primeiro semestre. No acumulado de 12 meses, o saldo chega a 1,765 milhão de postos com carteira assinada a menos.

Fonte: Faeg

Outras Notícias