Alerta Agroclimático – 13 junho 2016

Previsão do Tempo - 13 de junho de 2016

A semana começa marcada pelas baixíssimas temperaturas e formações de geadas generalizadas em diversas regiões do Centro-Sul. Desde a quinta-feira passada são registradas geadas no Brasil, porém foi na madrugada desse domingo que a massa de ar polar conseguiu avançar pelo Sudeste e provocar geadas nas áreas cafeeiras de São Paulo e do sul de Minas Gerais. Houve danos também em cana de açúcar e no milho safrinha tanto do Paraná quanto do Mato Grosso do Sul. Além dessas cultura o feijão e as hortaliças também foram atingidas pelas geadas, que também são observadas nessa manhã de segunda-feira. E como já são vários dias seguidos de temperaturas baixas, os prejuízos à produção nacional será impactada. Devido as previsões de geadas para essa segunda-feira, muitos produtores, técnicos e demais pessoas ligadas ao setor ainda não foram a campo avaliar as reais perdas que esse frio extremo está provocando. Assim, percentuais de perdas só começaram a ser divulgados ao longo dessa semana, até porque, há uma necessidade de se esperar alguns dias para ver, realmente, os impactos da geada na fisiologia da planta. A única cultura que não foi prejudicada foi o trigo, uma vez que em fase de desenvolvimento vegetativo, a planta é tolerante a baixas temperaturas.

                O bom, se pode dizer isso, é que a partir de amanhã essa massa de ar polar começará a perder forças e desse modo, o risco para novas formações de geadas diminuem. E as temperaturas ao longo da semana começarão a se elevar gradativamente. Mas ainda continuará frio, mas sem riscos para geadas. Sendo que para esses próximos 15 dias não há mais previsão de frio extremo sobre o Brasil. Mas como não há mais influência do El Niño, massas de ar polar estarão avançando com maior frequência sobre o Brasil nesse inverno, o que aumenta a possibilidade de novas geadas ao longo de toda a estação.

                Com relação as chuvas, a frente fria que se manteve sobre a faixa norte do Brasil durante esses últimos dias, provocando chuvas em diversas localidades do Matopiba e do Pará, está perdendo forças e, portanto, a semana será marcada novamente pelo tempo firme e sem previsões para chuvas. Contudo, a segunda-feira ainda poderá ser marcada por algumas pancadas de chuvas sobre a região, já que a massa de ar polar mantém o corredor de umidade sobre a faixa norte do País.

                Mas com o enfraquecimento dessa massa de ar polar, uma nova frente fria conseguirá avançar pela região Sul e chuvas estão sendo previstas entre a quinta e sexta-feira na região. E essas chuvas poderão agravar ainda mais a situação do milho safrinha do Paraná e sul do Mato Grosso do Sul, uma vez que as plantas estão bastante debilitadas pelo estresse térmico sofrido nesses últimos dias.

image001 image002 (1) image002 image003 image004 image005

Outras Notícias