Alto preço da ração causa impacto no confinamento de gado

Categoria Geral - 8 de agosto de 2016

Engordar o gado confinado e deixar no ponto de abate está mais complicado de uns seis meses para cá. Em uma propriedade em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, o dono já diminuiu a quantidade de bois no confinamento. No ano passado eram 700 cabeças, hoje são 500. A dieta no cocho, à base de farelo de soja, milho e silagem está pesando no bolso do produtor.

“A alta do milho e do sorgo, é mais viável eu estar produzindo e vendendo, do que eu produzir e colocar no cocho pra transformar em carne”, diz Décio Gonzaga, criador.

Em outra fazenda o criador foi além. Mesmo com um estoque de 3,5 mil toneladas de silagem para ração o pecuarista fez as contas e resolveu desistir da atividade.

“O boi hoje mais ou menos ele te consome de R$ 8,00 a R$ 8,50 por dia. Se você multiplicar por 30 dias ele vai te dar um custo de R$ 260, R$ 270 por mês. Porém o que ele engorda ele vai te gerar R$ 220 mais ou menos. Então é obvio que a conta não fecha”, conta o pecuarista Bruno Magalhães.

Fonte: Globo Rural

Outras Notícias