BOLETIM AGRO: Chuvas voltam à região Centro-Oeste mas volume é limitado para plantio de soja

Agricultura - 19 de setembro de 2019

As chuvas devem cair em alguns pontos do Centro-Oeste nesta semana, após meses de estiagem. A previsão é de chuva isolada no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul.

Mas informações do Instituto Nacional de Meteorologia, o Inmet, apontam que o volume pode ser insuficiente para compensar o período de seca.

Essas chuvas que começam a chegar no Brasil central são pontuais e mal distribuídas e de volumes ainda limitados. Isso impede que o calor e a umidade do solo apresentem condições mais favoráveis. Então, os níveis de umidade seguem baixos no solo e as temperaturas muito elevadas. Portanto ainda não tem condições ideais para o início do plantio da soja que já está liberado nesses dois estados.

E a forte onda de calor segue afetando os preços e a qualidade de alguns produtos do campo.

Essas altas temperaturas acabam resultando em frutos maduros em maior quantidade, o que resulta também em sobra de produto. Com isso, os preços das principais variedades de tomate recuaram de maneira bastante expressiva nos primeiros dias de setembro perdendo até 43% em alguns casos.

Está marcado para os dias 25 e 26 de setembro um encontro entre os ministros da agricultura do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. O município de Bonito, no Mato Grosso do Sul, vai receber os representantes.

O tema do encontro entre os ministros do BRICS é a inovação tecnológica na agropecuária em um contexto de aumento da produção mundial e da demanda por alimentos. É sabido que se espera um aumento da demanda por alimentos nas próximas décadas. E espera-se que a maior parte desses alimentos venha do Brasil. Por isso, os ministros se reunirão para entender como a tecnologia vai atuar para atender toda essa necessidade de comida que o mundo vai demandar.

E depois de uma sequência de maus resultados, um aumento na exportação de algodão enxugou o excedente interno e aumentou os valores do produto.

Na parcial de setembro, se contabilizar 10 dias úteis, os embarques brasileiros de algodão já somam mais de 58 mil de toneladas, ultrapassando em 41% todo o volume exportado no mês de agosto. O ritmo de embarque tem avançado bastante. Esses preços aqui, no Brasil, acompanham e, somente na última semana,a cotação do algodão subir 1%, fechando em R$ 2,41 por libra/peso.

Fonte: Agência do Rádio Mais Por Raphael Costa

Crédito: SF Agro


Outras Notícias