BR Angels anuncia investimento de R$ 1,5 milhão na AgTech de gestão pecuária iRancho 

Agricultura - 13 de janeiro de 2021

Em seu sexto deal de 2020, grupo de investimento-anjo totaliza R$ 8,5 milhões em aportes financeiros no ano passado

São Paulo, janeiro de 2021 – A BR Angels Smart Network, associação de investimento-anjo composta por executivos C-Level de importantes companhias em diferentes mercados, anuncia investimento de R$ 1,5 milhão na AgTech iRancho, empresa da capital goiana especializada em gestão pecuária. Chegando ao sexto deal firmado em 2020, a BR Angels alcança o montante de R$ 8,5 milhões investidos em startups no ano passado.

Fundada em novembro de 2016, pelos sócios Thiago Parente e Natalino Cavalli, a iRancho traz ao mercado uma ferramenta intuitiva e completa de gestão pecuária, garantindo aos usuários a criação de manejos personalizados que refletem a realidade de cada fazenda. O sistema permite uma visão sistêmica de atividades e de todas as disciplinas envolvidas, como controle de animais, insumos, vacinação, medicamentos e evolução do rebanho, além de acompanhamento de informações financeiras e fluxo de caixa, tornando a rotina do fazendeiro pecuarista mais eficiente e produtiva.

O acesso pode ser feito por computador, tablet ou smartphone, por meio do Aplicativo de Campo e, quando aliado a outras tecnologias, como brincos de identificação por radiofrequência e balanças eletrônicas, o sistema da iRancho inviabiliza a possibilidade de erros na coleta de informações, no momento do manejo. Hoje, a empresa conta com mais de 300 assinantes em todo o país, além de clientes no Paraguai, Bolívia e Inglaterra, ultrapassando a marca de 900 mil cabeças de gado em seu banco de dados.

Potencial e transparência
A escolha da iRancho foi resultado de um trabalho de prospecção e de análise realizado por vários membros do time de associados da BR Angels, pautado pelo potencial de impacto positivo do negócio na economia e na sociedade. “Mesmo com a crise agravada pela pandemia do coronavírus, a agropecuária brasileira deve ter encerrado 2020 com crescimento de 9% no PIB, um total de R$ 1,75 trilhão, em comparação ao ano de 2019. A expectativa é que o ano também atinja novo recorde em aportes em agtechs latinoamericanas. Este cenário, portanto, apenas reforçou nossa convicção de que a iRancho seria uma opção estratégica, pois se trata de uma empresa engajada em trazer transparência em toda a cadeia de proteína bovina, permitindo que, no futuro, consumidores possam saber detalhes do manejo e onde os animais foram criados, tornando o processo muito mais sustentável”, diz Orlando Cintra, CEO da BR Angels.

“Em um momento em que clareza e confiança são demandas importantes da sociedade, investir em uma startup do agronegócio com o propósito transformador de levar ferramentas de gestão e rastreabilidade para todo o sistema agropecuário foi uma escolha natural para nós. Colocando nossa plataforma smart, composta por mais de 100 associados, à disposição da iRancho, contribuiremos para concretizar esse projeto com mais velocidade e impacto”, complementa José Bosco, Board Advisor da BR Angels.

A fim de alavancar sua atuação, com o aporte financeiro, a iRancho pretende aumentar sua equipe de engenharia, continuar desenvolvendo integrações com sistemas de melhoria de genética bovina e investir em marketing e em publicidade, expandindo, assim, sua presença tanto em mídias tradicionais quanto digitais. “O Brasil conta com mais 2,5 milhões de fazendas de pecuária, sendo que menos de 10% delas utilizam algum tipo de sistema de gestão, um atestado de que temos um amplo mercado a explorar. Recentemente, criamos uma nova ferramenta de rastreabilidade animal, que vamos levar ao mercado a partir deste ano de 2021. Já realizamos o pedido de patente do produto e, com parte do investimento recebido, vamos impulsionar o marketing e o comercial desta nova tecnologia”, finaliza Thiago Parente, CEO da iRancho.

Fonte: Por Marcelo Volpato


Outras Notícias