Brasil destina 23.143 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas de janeiro a junho de 2016

Categoria Geral - 20 de julho de 2016

De janeiro a junho de 2016, o Sistema Campo Limpo retirou dos campos brasileiros 23.143 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas. A quantidade é 6,3% inferior quando comparada ao mesmo período do ano anterior, acompanhando acontecimentos que impactam a agricultura brasileira.

Conforme tem sido divulgado, diversos fatores justificam essa diferença. Entre eles, destacamos as alterações climáticas (excesso de chuvas na região sul e seca na região do centro-oeste e no Matopiba), a expansão do plantio da variedade de soja Intacta, que reduz a aplicação de produto, e o aumento do contrabando de agrotóxicos, este último sendo um ponto de atenção para as autoridades.

Atualmente, o Sistema Campo Limpo encontra-se em sua maturidade e a expectativa é de manutenção da quantidade total de material destinado no país.

Ao considerar todos esses elementos, a previsão de destinação de embalagens vazias para 2016 é de 44,5 mil toneladas.

“O engajamento dos elos da cadeia (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) continua sendo primordial para manter o Brasil como referência mundial na destinação do material”, ressalta João Cesar M. Rando, diretor-presidente do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias).

Fonte: inpEV

Outras Notícias