Chuva desigual, ventos fortes e queda da temperatura no Noroeste Paulista

Categoria Geral - 1 de maio de 2019

Alguns municípios do Noroeste Paulista permanecem com um período de até 22 dias sem chuvas, enquanto outros registraram mais que 10 mm de chuva, o que na agricultura é caracterizado com dia de chuva.

Foi assim em Itapura q registrou 25,9 mm de chuva trazendo alívio às pastagens e cana e também às áreas irrigadas expressivas na região. Mesmo com a segurança da água proporcionadas pelos pivôs centrais, os custos de produção aumentam quando eles são utilizados em alta intensidade para repor a água perdida pelo processo de evapotranspiração – que é a perda de água para atmosfera pela evaporação do solo e transpiração das plantas – e para a máxima produtividade deve ser reposta pelas chuvas ou pelos sistemas de irrigação.

O monitoramento climático da região Noroeste Paulista é feira pela UNESP através da Área de Hidráulica e Irrigação que mantém em operação 9 estações que disponibiliza todas as variáveis climáticas com atualização a cada 5 minutos no Canal CLIMA da UNESP a partir de http://clima.feis.unesp.br. Uma consulta ao Canal CLIMA mostra que a evapotranspiração na região Noroeste Paulista variou agora em abril em média entre 2,9 mm/dia em Populina e 3,5 mm/dia em Pereira Barreto – Estação Santa Adélia, o que resulta na transferência para a atmosfera entre 82 mm e 99 mm no mês, enquanto que as chuvas totalizaram entre 115 mm e 62 mm. Já Paranapuã, foi p município onde mais choveu este mês, acumulando 127 mm, e em Ilha Solteira, sede do monitoramento feito pela UNESP, onde menos choveu, com apenas 45 mm até ontem e hoje entre 1 e 2 horas da manhã, registrou 9,7 mm.
Irregularidade das chuvas, volume, intensidade e uso de sistemas de irrigação

A irregularidade das chuvas, é destacada pelo Professor Dr. Fernando Braz Tangerino Hernandez, da  Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira  que informa que “devemos sempre ter atenção para a escala que estamos analisando, pois, enquanto a evapotranspiração tem uma menor dispersão dentro de uma mesma região, a frequência de ocorrência das chuvas convectivas tem aumentada, o que significa que a dispersão na intensidade, no volume e no espaço de tempo que as chuvas ocorrem, tem sido grande”.

O  Professor Fernando Tangerino destaca também “que é preciso ter a compreensão sobre volume e intensidade das chuvas, Enquanto que o volume de chuvas é medido em milímetros e serve para o armazenamento de água no solo, em represas e também o lençol freático e garantir a segurança hídrica, a intensidade de chuva, medida em mm/hora, é importante para o planejamento de estruturas de contenção e condução de água, como por exemplo curvas de nível, terraços no campo, ou ainda, nas cidades, o dimensionamento de bueiros, galerias pluviais, canais ou tubulações de escoamento de água. Ontem  em Itapura onde maior volume de chuvas foi registrado, as chuvas foram intensas devido à um período curto em que aconteceu, enquanto nos demais municípios, o volume de chuva registrado ficou abaixo dos 10 mm. Um planejamento inadequado de estruturas de captação, condução e armazenamento de água, pode resultar em grandes transtornos à sociedade. No campo, a sustenbilidade do negócio de produzir alimentos é feita pelos investimentos em sistemas de irrigação”.

Ventos fortes e queda da temperatura

Ainda de acordo com o Canal CLIMA da UNESP ventos fortes foram registrados na região Noroeste Paulista ontem. A maior intensidade, 46,1 km/hora foi registrado na Estação Santa Adélia às 15:56 h e também em Pereira Barreto, mas na Estação Bonança, às margens do Rio Tietê, às 13:08 h, ventos de noroeste chegaram à 4,4 km/h.
Sud Mennucci, também às margens do Rio Tietê, registrou ventos de até 34,5 km/h também de Noroeste, às 13:16 horas.

Com maior volume de chuvas na região, Itapura registrou ontem 17,5 km/hora com ventos também de noroeste e é o município que registrou a menor queda da temperatura na região. Na manhã de hoje teve 15,5ºC e a em toda região a temperatura mínima sofreu queda. A temperatura mínima nesta manhã de segunda-feira variou entre 15,5ºC em Itapura e 20,7ºC em Ilha Solteira. Marinópolis, um pouco mais ao centro da região Noroeste Paulista registrou ontem as 16:47 h ventos de sudoeste de até 32,6 km/h.

Por: AGROLINK COM INF. DE ASSESSORIA


Outras Notícias