Chuva gera alívio na safra argentina

Agricultura - 22 de dezembro de 2017

O temporal que passou pela província de Córdoba durante a manhã desta quinta-feira (21.12) teve um acumulado de 130 milímetros, o que é um alívio para os solos e pode ser a salvação da safra argentina de milho, soja e girassol. Agora os trabalhos devem ser retomados nos próximos dias depois da parada pela escassez hídrica do início do mês.

Segundo dados do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA), da Bolsa de Cereais de Córdoba e do Ministério da Agricultura local, levantados pelo portal Agrovoz, a precipitação foi de 130 milímetros na localidade de Marcos Juárez, 80 milímetros em Wenceslao Escalante, 75 milímetros em Corral de Bustos, 70 em Canals, 50 em Arias e Camilo Aldao. No município de Pascanas foram registrados 128,2 milímetros de chuva. Estes municípios são considerados o de maior produção na província de Córdoba.

Em regiões mais ao Sul da província, a chuva registrada foi abaixo de 40 milímetros na grande maioria dos municípios e o mesmo aconteceu no Norte de Córdoba.

Na província de Buenos Aires, também foram registradas chuvas significativas. Ainda nas províncias de Entre Rios, San Luís e de Santa Fe aumentaram as precipitações tanto no final de semana como nos últimos dias.

A Argentina espera colher nesta safra aproximadamente 56 milhões de toneladas de soja e 37 milhões de toneladas de milho. Em algumas regiões, especialmente no Noroeste e Nordeste do país, ainda há necessidade de mais chuvas nos próximos dias para que a safra alcance esse potencial produtivo.

Fonte:  AGROLINK –Leonardo Gottems

Imagem créditos: Paulo Lanzetta

Outras Notícias