CMOC convida empregados e população de Catalão e Ouvidor a atuar na prevenção de incêndios 

Categoria Geral - 1 de agosto de 2020

Ação ocorre durante o período de estiagem nos dois municípios goianos que a companhia está presente. Empresa também fará monitoramento de queimadas via satélite e contará com brigada de incêndio especializada   

Catalão, julho de 2020 – A mineradora CMOC está promovendo a campanha “Juntos Contra as Queimadas”, em parceria com o 10º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar (BBM) de Catalão, com intuito conscientizar a população do Sudeste goiano para a prevenção e redução de ocorrências de queimadas na região, em especial em períodos mais críticos de estiagem, como os meses de julho e agosto.

De acordo com o Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás, em 2019, houve um aumento de quase 10% no número de queimadas florestais, em comparação com o ano anterior. Já entre os meses de maio e junho de 2020, as ocorrências aumentaram 99% (587 focos a mais) no estado, na comparação com o mesmo período de 2019.

O comandante do 10º BBM de Catalão, tenente coronel Warley Martins, lembra que são anos de parceria e que ações como as da CMOC são importantes para difundir boas práticas e minimizar as chances de ocorrências.

“Os esforços contam ainda com o apoio das Secretarias Municipais de Meio Ambiente de Catalão e Ouvidor na busca por uma sociedade mais consciente e na diminuição gradativa dos focos de incêndio em nossa região, uma vez que teremos reforços nas ações deste ano, como o monitoramento de queimadas via satélite e a brigada de incêndio especializada, que foi contratada pela companhia”, explica o comandante.

#JuntosContraAsQueimadas 

Alinhada ao principal valor da companhia, que é a segurança, a campanha está em ampla divulgação nas redes sociais, com a hashtag #JuntosContraAsQueimadas, além de fornecer material socioeducativo, distribuído em visitas às propriedades rurais, juntamente com abafadores manuais e em blitze das Polícias Rodoviária Federal e Militar, nos pontos de maior movimento das estradas que cortam a região. Panfletos e placas de aviso também compõem os materiais de conscientização.

A campanha, tradicionalmente realizada pela CMOC, ganhou um reforço importante em 2020: o monitoramento via satélite dos focos de incêndio, por meio de sensores termais, e a formação de uma brigada de incêndio especializada.

É importante destacar que, além de ser crime com punição prevista em lei, as queimadas colocam a vida e saúde das pessoas em risco, geram prejuízos ao meio ambiente, com a redução da vegetação nativa, e também para produtores rurais, que têm suas culturas agrícolas comprometidas.

Fonte: FSB Comunicação/ Crédito: Estadão


Outras Notícias