Com suporte do clima seco na Argentina, soja volta a exibir leves altas na manhã desta 3ª na CBOT

Agricultura - 27 de Fevereiro de 2018

As cotações da soja negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram a sessão desta terça-feira (27) com ligeiras altas. Perto das 8h22 (horário de Brasília), as principais posições da oleaginosa testavam ganhos entre 2,50 e 2,75 pontos. O março/18 era cotado a US$ 10,36 por bushel, enquanto o maio/18 operava a US$ 10,48 por bushel.

Os futuros da commodity voltaram a testar o lado positivo da tabela após encerrar o dia anterior com leves quedas, em um movimento de realização de lucros. Ainda nesta segunda-feira, as cotações exibiram boas altas ao longo da sessão e o maio/18 tocou o nível mais alto em um ano, o patamar de US$ 10,59 por bushel.

Ainda conforme ponderam os analistas, o clima na Argentina segue como principal variável e direciona os negócios na CBOT. No país vizinho, as chuvas continuam esparsas, cenário que agrava as preocupações dos investidores quanto ao rendimento das lavouras nesta temporada.

Os órgãos oficiais já reduziram para 47 milhões de toneladas a projeção para a safra de soja da Argentina neste ciclo. Embora, algumas consultorias, já especulam sobre uma safra ao redor de 43 milhões até 40 milhões de toneladas.

Fonte: Notícias Agrícolas

Outras Notícias