Competidor brasileiro espera vencer rali mundial de pesca na Amazônia

Categoria Geral - 14 de maio de 2019

Torneio terá ainda a participação de pescadores do Japão e da China, que terão de enfrentar os maiores peixes de água doce do planeta

Entre os dias 20 e 27 de junho, o município de Luiz Alves, em Goiás, recebe o 1º Torneio Internacional de Pesca Esportiva – GAWFR, que reunirá pescadores do Brasil, do Japão, da China, da Argentina e de outras nações para enfrentar seis das maiores espécies de peixes de água doce do mundo – Aruana, Dorada, Piraíba, Pirarara, Pirarucu e Tucunaré.

Um dos competidores, o brasileiro Thiago Brandão, espera sair como vencedor do torneio e receber, então, o título de pescador mestre da Amazônia. “Estou regularmente indo ao Araguaia, testando as iscas. Certamente, essa competição não será fácil, mas com treinamento, acredito que possa ser possível alcançar essa vitória”, afirma.

Para sair vitorioso no 1º Torneio Internacional de Pesca Esportiva, Brandão explica que a melhor estratégica será o mapeamento dos pontos onde os peixes estarão mais ativos. “Essa é uma variável importante. Porém, para mim, além do treino, é preciso boas vibrações, porque a pesca é energia e quando estamos com boa energia sempre vêm bons peixes”.

Brandão é natural de Goiânia e pesca há 36 anos, tendo pescado em diversas regiões. “Quando criança, meu pai montava um acampamento no Araguaia, onde ficávamos todas as férias de julho”, relembra o início de sua história com a pesca. “Já em termos de competição, iniciei há uns 4, 5 anos. Já participei, por exemplo, de torneios com foco na pesca de Tucunaré”, acrescenta.

Na visão do competidor goiano, o 1º Torneio Internacional de Pesca Esportiva apresenta um desafio bem maior e isso foi justamente o que motivou sua participação. “O evento está tomando grandes dimensões e vai, com certeza, fomentar a pesca esportiva para o Rio Araguaia, para o meu Estado, Goiás, e também em todo o Brasil”, avalia.

Considerado o primeiro torneio de pesca de isca artificial da Grande Amazônia, o evento social, cultural e ecológico visa estimular a prática da pesca consciente, o convívio com a natureza, a preservação ambiental da Amazônia e a reprodução e repovoamento das espécies nos rios, inibindo e restringindo a pesca predatória.

A competição apresenta ainda um aspecto social importante, com a “Pescaria Feminina” e o projeto 100 Pequenos Jornalistas, que promoverá a inclusão digital de crianças e jovens de Luiz Alves, que poderão filmar a competição e ter acesso às informações via Internet. Eles receberão smartphones da associação GAWFR.

O 1º Torneio Internacional de Pesca Esportiva foi idealizado pelo japonês Keisuke Onoda, que mora há mais de 23 anos no Brasil e teve inspiração do Paris Dakar para idealizar esse projeto, uma espécie de aliança entre Goiás & Tokyo, que pretende conectar os competidores com os moradores locais, usando equipamentos modernos, técnicas sustentáveis, podendo abrir portas para comércio exterior e oportunidades de turismo na região.

Mais informações:

1º Torneio Internacional de Pesca Esportiva – GAWFR

Data: 20 a 27 de junho de 2019

Local: Município de Luiz Alves, Goiânia

Fonte: Mecânica de Comunicação


Outras Notícias