Gene pode ajudar a cultivar culturas mais rapidamente

Agricultura - 16 de junho de 2019

Cientistas das Universidades de Cambridge, no Reino Unido, e Bordeaux, da França, descobriram um gene que eles esperam que possa ser usado para ampliar o gargalo do tráfego de nutrientes e potencialmente aumentar o rendimento das culturas. Além disso, ele gene pode ajudar a cultivar culturas mais rapidamente.

Os cientistas ao redor do mundo estão trabalhando em várias estratégias diferentes para aumentar de forma sustentável a produtividade das culturas. Aumentar a eficiência de como as plantas transportam açúcares, proteínas e outros nutrientes orgânicos entre diferentes partes da planta é uma das abordagens que poderiam contribuir para a próxima Revolução Verde, dizem.

A equipe de pesquisa do professor Yrjö Helariutta na Universidade Sainsbury Laboratory Cambridge (SLCU) e a equipe do Dr. Emmanuelle Bayer na Universidade de Bordeaux /(CNRS) trouxeram este objetivo um passo à frente descobrindo o Phloem Unloading Modulator (PLM), um novo gene que afeta o tráfico de nutrientes alterando os canais que conectam as células vegetais vizinhas, chamado plasmodesmata. Esses canais revestidos por membranas em nanoescala atravessam a barreira da parede celular para unir as células das plantas e permitir a transferência de substâncias essenciais.

O estudo, publicado hoje na Nature Plants, mostra que as plantas mutantes Arabidopsis thaliana que não possuem o gene PLM liberaram mais substâncias do floema (um tecido especializado para transporte de longa distância) nas pontas de suas raízes. Usando uma proteína fluorescente como uma proxy para macromoléculas, os cientistas puderam ver que o gene PLM estava tendo um claro efeito de controle na quantidade de descarga do floema. Para descobrir como o gene estava fazendo isso, eles observaram o que estava acontecendo em diferentes interfaces celulares nas raízes de plantas de mudas.

Fonte: Agrolink Por Leonardo Gottems

Crédito: DP/Pixabay


Outras Notícias