Indefinição na Guerra Comercial derruba soja

Agricultura - 27 de março de 2019

A especulação continua operando sob muita “penumbra política”

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na terça-feira (26.03) baixa de 5,75 pontos no contrato de Maio/19, fechando em US$ 9,0075 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 5,50 e 5,75 pontos.

Os principais contratos futuros tiveram um dia de perdas no mercado norte-americano da soja, com uma pressão contínua pela falta de negócios com os chineses. A especulação continua operando sob muita “penumbra política” frente a Guerra Comercial, o que pressiona as cotações em Chicago, de acordo com a AgResource.

“Apesar de representantes norte-americanos e chineses indicarem a proximidade da reconciliação econômica entra as nações, os importadores privados da China continuam concentrando as novas compras da soja para a América do Sul. A ARC não acredita que qualquer tendência deverá ser sustentada frente ao relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) esta sexta-feira, 29 de março, quando os números atualizados de estoques e projeção de área nos EUA em 2019 deverá ser publicada”, dizem os analistas.

Enquanto isso, a Consultoria AgResource relembra que as enchentes continuam presentes sobre o Cinturão Agrícola e o Delta do Mississippi: “Entretanto, já adiantamos que não há nenhuma forte correlação entre os problemas climáticos no atual período e as projeções de safra para o país. Ainda estamos a duas ou três semanas de entrar na janela ideal de plantio do milho, e mais duas semanas para a soja”.

Fonte: Agrolink Por Leonardo Gottems


Outras Notícias