Manejo pré-abate na indústria europeia é tema de palestra do Simpósio de Avicultura

Categoria Geral - 3 de abril de 2021

Assunto será abordado no dia 7 de abril, durante a 21ª edição do evento, pelo médico veterinário Wim Tondeur

Mesmo com todo o desenvolvimento tecnológico da indústria avícola, o ambiente de criação deve ser estudado em busca de melhorias e para que haja o mínimo de perdas com o descarte ou a condenação de carcaças, seja antes ou após o abate. Os cuidados na produção são importantes para atender mercados exigentes, como é o caso da Europa, um dos mais criteriosos quando o assunto é produção de alimentos. A qualidade da carne e o bem-estar animal são fatores fundamentais.

O tema será abordado no 21° Simpósio Brasil Sul de Avicultura (SBSA), promovido pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet) na próxima semana, nos dias 6, 7 e 8 de abril. O médico veterinário Wim Tondeur palestrará sobre “Efeito do manejo pré-abate sobre os níveis de condenação na indústria europeia”, no dia 7 de abril (quarta-feira), das 14h15 às 14h55.

Wim Tondeur tem especialização em saúde e produção avícola. Nos últimos 16 anos dirigiu sua empresa de consultoria sob o nome de Tondeur VTCA, fornecendo treinamento, consultoria e assessoria. Por 21 anos foi treinador sênior na Aeres/PTC+, Barneveld College, na Holanda. Esse centro de treinamento oferece cursos práticos em produção de aves, suínos e tecnologia de alimentação animal. Também foi coordenador de vários cursos de formação para pessoas envolvidas na qualidade e inspeção da carne de aves.

Nos últimos dez anos, presta consultoria em abatedouros de aves em aspectos de qualidade de carcaça, como na Holanda, Bélgica, Reino Unido, França, Itália, Espanha, Portugal, Irlanda, Polônia, Grécia, Áustria, Suíça, Rússia, Oriente Médio e África do Sul. Recentemente, desenvolveu o manual “Qualidade da carne de frango”, publicado pela Roodbont Cie. Participou do desenvolvimento do modelo Perfect Carcass, da Zinpro, com guia visual para pontuação de lesões na carcaça de frangos de corte e programa de monitoramento em diversos abatedouros. É membro ativo da World Poultry Science Association (WPSA), na Holanda.

EVENTO

A 21ª edição do SBSA será 100% digital. O Nucleovet tomou essa decisão após o agravamento dos casos de covid-19, respeitando as regras vigentes de controle da pandemia e o bem-estar dos participantes. O presidente do Nucleovet, médico veterinário Luiz Carlos Giongo, ressalta que a entidade está preparando uma programação inovadora, com tecnologia aplicada, diversificada e que oportunizará discussões aprofundadas.

O presidente da Comissão Científica do SBSA, Guilherme Lando Bernardo, destaca que o evento virtual democratiza o acesso às atualizações com especialistas nacionais e internacionais. A programação científica está subdividida em cinco módulos: futuro, mercado, abatedouro, sanidade e manejo. “Faremos um evento altamente tecnológico, com qualidade de temas e palestrantes que trarão novidades e tendências sobre o complexo setor avícola”.

BRASIL SUL POULTRY FAIR

Paralelamente ao 21° Simpósio Brasil Sul de Avicultura, ocorrerá a 12ª Brasil Sul Poultry Fair, feira virtual que reunirá mais de 70 empresas nacionais e multinacionais, além de eventos paralelos. Será um espaço onde as empresas geradoras de tecnologias apresentarão suas novidades e seus produtos, permitirão a construção de networking e o aprimoramento técnico dos congressistas.

INSCRIÇÕES

Até esta quarta-feira (31), o investimento para as inscrições é de R$ 440,00 para profissionais, R$ 340,00 para estudantes, R$ 200,00 para associados, R$ 330,00 para agroindústrias/órgãos públicos e 300,00 para universidades. Após essa data e durante o evento o investimento será de R$ 500,00, R$ 400,00, R$ 200,00, R$ 360,00 e R$ 350,00, respectivamente.

Na compra de pacotes a partir de dez inscrições serão concedidos descontos especiais e parcelamento do pagamento em até três vezes, como forma de estimular a participação de maior parte da equipe. Para cada inscrição é gerado um código convite, para o acesso individual, de forma a garantir a segurança de todos e evitar contato e aglomeração. Cada inscrito receberá uma mochila do evento, materiais e terá direito a certificado de participação, bem como poderá participar de sorteio de prêmios durante a programação.

O acesso para a 12ª Brasil Sul Poultry Fair virtual e eventos paralelos será gratuito mediante credenciamento.

O 21º Simpósio Brasil Sul Avicultura tem apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária de SC (CRMV/SC), da Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc), da Prefeitura de Chapecó, da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), da Embrapa Suínos e Aves e da Unochapecó.

Mais informações sobre o 21º Simpósio Brasil Sul de Avicultura no site: www.nucleovet.com.br/simposio/avicultura.

Fonte: MB Comunicação


Outras Notícias