Membros da Frente Parlamentar da Suinocultura tomam posse para fomentar o setor em MS

Categoria Geral - 18 de outubro de 2019

A criação da Frente foi uma proposta dos suinocultores, atendida pela ALMS

Entidades representativas se reuniram com deputados estaduais e autoridades do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, para a criação da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento da Suinocultura da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Segundo as entidades empossadas na Frente, a ação representa o fortalecimento do setor e chance de alavancar o setor, que desponta em termos de crescimento sustentável.

A comissão reúne 24 entidades ligadas à suinocultura, incluindo representativas, instituições de crédito, cooperativas e universidades. Conforme a Asumas (Associação Sul-matogrossense de Suinocultores), em 2019 o Estado deve produzir cerca de 177 mil toneladas de carne suína, um aumento equivalente a 128% no período de 10 anos, resultado da produção crescente.

“A Frente Parlamentar da Suinocultura tem bastante força no Congresso Nacional, e faltava essa representação em Mato Grosso do Sul, principalmente em relação a algumas normativas. Acreditamos que a Assembleia Legislativa possa nos auxiliar nessas demandas para fomentar o setor, visto que o Estado é hoje o player do Brasil com maior capacidade produtiva para os próximos 10 anos”, disse Celso Phillippi, vice-presidente da Asumas, entidade que propôs a criação da Frente.

Diretor da Abraves/MS (Associação Brasileira dos Veterinários Especialistas em Suínos), Fabio José Lima Xavier, afirma que a ideia é fortalecer a suinocultura em diferentes vertentes, principalmente na parte sanitária, problema que afeta muitos países atualmente. “Queremos cada vez mais aumentar a biossegurança das granjas e, juntamente com os suinocultores, levar essa consciência para o produtor e poder proteger nosso status sanitário. A Abraves se preocupa em propagar o conhecimento”.

Já a diretora do SRCG (Sindicato Rural de Campo Grande, Rochedo e Corguinho), Eleiza Machado, deixou clara as oportunidades que a Frente Parlamentar pode trazer à suinocultura. “Vamos ganhar visibilidade para a região, com isso atrair investimentos de produtores e indústrias, além de melhorar questões sanitárias e de mercado”.

Deputado estadual e coordenador da Frente Parlamentar da Suinocultura, Renato Câmara, destacou que este é um dia histórico na Assembleia Legislativa e para a suinocultura. “Estamos aqui para marcar o início de uma nova etapa em Mato Grosso do Sul. Nós, da Assembleia Legislativa, estaremos juntos com vocês. Mas só seremos fortes com a participação de cada um, relatando os problemas, os gargalos e possíveis soluções, para que possamos avançar juntos”, finalizou o parlamentar.

Fonte: Agroa Agência Assessoria


Outras Notícias