Mercado físico do milho volta a recuar

Agricultura - 11 de junho de 2019

O mercado físico do milho voltou a recuar com o excesso de ofertas nesta segunda-feira, segundo informou o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica. De acordo com ele, os mercados europeus estavam fechados por causa de um feriado e também tiveram influência nessa questão.

“Com os mercados europeus fechados por feriado, nesta segunda-feira, a exportação de milho ficou pouco ativa. Além disso, o avanço da colheita do milho Safrinha no Brasil (vide abaixo) está dando fôlego aos compradores, que não precisam disputar mercado neste momento, embora tenham que garantir estoques entre o final da Safrinha e o início da colheita da próxima safra de verão. Estoques que a exportação está diminuindo, fazendo crer que, a longo prazo, os preços podem não cair como se previa no início do ano”, informa.

Com isto, ele indicou também que os preços médios em Campinas, principal praça de referência do cereal no país, fecharam em queda pela quarta vez consecutiva, a R$ 36,05%, forte baixa de 1,74%, aumentando as perdas de junho para 5,08% até o momento. “A colheita da segunda safra de milho do centro-sul do Brasil avançou para 4,6% da área plantada até 6 de junho, segundo a consultoria AgRural em boletim nesta segunda-feira” indica.

“Os trabalhos estão à frente do ritmo do ano anterior, quando 1,9% da área já havia sido colhida nessa mesma época, e da média de cinco anos, que é de 2,5% para o período, acrescentou a consultoria, que prevê uma produção de 73,5 milhões de toneladas na chamada ‘safrinha’ nesta temporada”, completa.

Fonte: Agrolink Por Leonardo Gottems


Outras Notícias