Mudança climática pode reduzir área produtiva da Colômbia

Categoria Geral - 9 de junho de 2019

Uma nova pesquisa realizada pelo Consultative Group on International Agricultural Research (CGIAR) descobriu que a área adequada para o cultivo de arroz na Colômbia poderia ser reduzida de 4 milhões para 1,8 milhões de hectares até o ano de 2050. Esse fato só pode ser evitado se as mudanças climáticas forem controladas nos próximos anos.

O artigo “A mudança climática favorece a produção de arroz em áreas mais altas da Colômbia”, publicado na revista Mitigation and Adaptation Strategies for Global Change, é o primeiro de seu tipo a ser realizado para o cultivo de arroz na Colômbia. Isso define as áreas como adequadas ou inadequadas para o cultivo de arroz na Colômbia, no presente e no futuro.

Os pesquisadores consideraram as cinco zonas onde o arroz é cultivado no país definido pela Federação Nacional dos Produtores de Arroz (Fedearroz), Bajo Cauca, Centro, Llanos Orientales, Santanderes e Costa Norte. Nessas áreas, foram analisadas diferentes variáveis bioclimáticas (precipitação, temperatura), variáveis topográficas (declividade, altitude) e solo (lodo, areia e argila), a fim de conhecer suas condições atuais e como elas se modificarão sob os efeitos da mudança climática.

“Por exemplo, a temperatura média anual para áreas preparadas para o futuro será de 27°C, há uma diferença de aproximadamente 0,7°C em relação à temperatura atual. Agora, em termos de precipitação anual acumulada, há uma diferença de aproximadamente 300 mm, ou seja, no futuro as áreas atualmente adequadas para cultivo teriam 300 mm a menos de disponibilidade de água da chuva”, explica o pesquisador Fabio Castro, autor principal do estudo.

Fonte: Agrolink Por Leonardo Gottems


Outras Notícias