Nova cevada pode resistir aos desafios da mudança climática

Agricultura - 19 de julho de 2019

Uma nova linha de cevada alcança bons rendimentos agrícolas, mesmo em condições ambientais precárias. Ela foi aprimorada e desenvolvida por uma equipe de pesquisadores da Universidade Martin Luther de Halle-Wittenberg (MLU) da Alemanha, cruzando uma variedade comercial com vários tipos de cevada silvestre.

Então, os pesquisadores plantaram as novas linhas de cevada em cinco lugares muito diferentes ao redor do mundo, observaram o crescimento das plantas e analisaram sua composição genética. Como a equipe relata na revista “Scientific Reports”, algumas das plantas não eram apenas mais resistentes ao calor e à seca, mas em muitos casos atingiam rendimentos mais elevados do que as variedades locais.

“A demanda por alimentos está aumentando em todo o mundo, então o cultivo desses cereais deve gerar rendimentos confiáveis. No entanto, a mudança climática está afetando as condições de cultivo em todo o mundo e as plantas precisam ser fertilizadas e irrigadas com mais frequência “, diz o cientista de plantas, professor Klaus Pillen, da MLU.

Sua equipe de pesquisa está estudando como melhorar variedades comuns de cereais por anos. Sua abordagem é cruzar certas variedades de cevada para uso industrial com cevada silvestre. “A cevada selvagem adaptou-se a condições ambientais adversas durante milhões de anos. Ainda hoje tem uma rica biodiversidade “, explica Pillen. A ideia é combinar as propriedades vantajosas de ambos os cereais.

Para o estudo, a equipe de pesquisa cruzou uma variedade típica de cevada com 25 tipos de cevada silvestre. Isso resultou em 48 linhas de plantas geneticamente diferentes, que a equipe plantou em cinco locais muito diferentes em todo o mundo.

Fonte: Agrolink Por Leonardo Gottems


Outras Notícias