Oferta global de açúcar pode cair

Categoria Geral - 15 de maio de 2019

A oferta global de açúcar pode despencar em 2019/2020, motivada pela Ásia, segundo informações divulgadas pela consultoria INTL FCStone, por meio de uma nota de assessoria de imprensa. Isso porque a próxima safra deve gerar saldo negativo de 5,7 milhões de toneladas do adoçante, incentivado por cortes na produção indiana e tailandesa.

“Guiada por redução expressiva na produção de açúcar na Ásia, a safra 2019/20 (out-set) deve registrar déficit aproximado de 5,7 milhões de toneladas, segundo projeção calculada pela INTL FCStone, a primeira divulgação do grupo para a próxima temporada. A produção total de açúcar no mundo deve recuar 1,9% no ciclo 2019/20 em relação ao anterior, para 182,2 milhões de toneladas, enquanto é esperado aumento de 1% na demanda, estimada em 187,9 milhões de toneladas”, disse a nota da consultoria.

De acordo com o analista de mercado da INTL FCStone, Matheus Costa, em relatório, a elevação de produção do Brasil não será suficiente para suprir a demanda mundial. “Mesmo se o Brasil elevar ainda mais sua produção de açúcar na colheita de 2020, os impactos sobre o saldo global devem ser limitados. Por outro lado, considerando a flexibilidade das usinas do Centro-Sul, há a possibilidade de que o cinturão canavieiro brasileiro contribua ainda mais com a ampliação do déficit”, comenta.

“Assim, a INTL FCStone estima que a produção de açúcar na Índia deve alcançar 28,6 milhões de toneladas (valor branco) no próximo ciclo, redução de cerca de 13,1% em relação a 2018/19. Caso as monções fiquem abaixo do esperado, entretanto, há risco de quebra ainda maior. A Tailândia também deve apresentar redução na próxima temporada, para 13,5 milhões de toneladas de açúcar em 2019/20 (-8,8% no comparativo anual), em decorrência da troca de área cultivada com cana para culturas mais rentáveis, como o arroz e a mandioca, além da expectativa de que a temporada chuvosa possa trazer precipitações abaixo da média”, conclui a nota.

Fonte: AGROLINK –Leonardo Gottems


Outras Notícias