Produção avícola paranaense tem o melhor janeiro da história

23 de Fevereiro de 2018

O abate de frango no Paraná, maior produtor e exportador da proteína no país, foi de 157,3 milhões de cabeças somente em janeiro, aponta levantamento do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar). A marca mostra o melhor início de ano na produção de aves da história, representando um aumento de aproximadamente 3% em comparação a janeiro de 2017 (152,5 milhões de cabeças), que era o recorde anterior para o mês.

Para o presidente do Sindiavipar, Domingos Martins, os números não são surpresa e representam a consolidação de um setor focado na qualidade e produtividade. “Nós trabalhamos com essa meta: a de pensar sempre no que será benéfico para todo o setor avícola e o consumidor. Queremos fazer, cada vez mais, parte do mercado interno e externo, investir em tecnologia e eficiência, tudo em busca do maior rendimento da avicultura”, afirma.

Exportação

Os números de embarque apresentaram queda em volume, de acordo com relatório da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Ao todo, 123 mil toneladas de carne de frango foram exportadas pelo Paraná, decréscimo de 7,4% em relação a janeiro de 2017 (132,8 mil toneladas), que apresentou um desempenho acima da média.

O resultado, entretanto, é positivo se comparado com o histórico de embarques no primeiro mês do ano, por isso não traz maiores preocupações para o setor. “Devido à conjuntura internacional, o frio intenso no hemisfério norte e janeiro ser considerado um mês mais curto para negociações, o desempenho seguiu o esperado. Para março, projetamos que os volumes voltem a patamares mais elevados”, conclui Martins.

Fonte: Sindiavipar