Produtores de maçã e batata constituem a Cooperativa dos Campos de Palmas

Categoria Geral - 25 de agosto de 2016

O setor produtivo do município de Palmas, sul do Paraná, conta com nova cooperativa. Foi realizada esta semana  a Assembleia de constituição da Cooperativa dos Campos de Palmas(Coocampal) que reúne, inicialmente, vinte associados vinculados à produção de maçã e batatas. O objetivo é reduzir custos de armazenagem dos produtos primários para potencializar as atividades no município.

Além de apresentação do estatuto, foi realizada a eleição da primeira diretoria tendo sido aclamado presidente, Ivanir Dalanhol; vice, Marcelo Kusman; secretária, Kaise Anne Fonseca e tesoureiro, Deoclecir Marim, além de membros titulares e suplentes do Conselho Fiscal

Os produtores se associaram como forma de viabilizar a participação no projeto da Companhia Paranaense de Desenvolvimento Agropecuário( Codapar) de transferir a gestão e exploração da unidade frigorífica de Palmas à iniciativa privada, com preferência aos próprios produtores, conforme discussões em andamento.

A ideia de participação local na empresa de economia mista vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento – SEAB, surgiu ainda em 2014, durante articulações do Movimento Palmas e Desenvolvida sendo uma das reivindicações constantes da Carta de Palmas.

Conforme destacou o vice-presidente da entidade, o objetivo da Coocampal não é gerar lucro, mas,  fortalecer o setor produtivo através de melhor estruturação e redução de custos operacionais. “Está sendo formalizada por que se visualiza uma boa perspectiva de negócios para a cooperativa, produtores e para o município”, frisou Kusman

Em julho ocorreu reunião entre Diretores da Codapar e produtores em que se discutiu a perspectiva de uma parceria público privada para a unidade local.  Na ocasião, o Diretor Presidente, Silvestre Dimas Staniszewski, destacou que o movimento da sociedade é salutar, visto que, o custo de manutenção da unidade é alto e a proposta apresentada vem de encontro aos projetos de reestruturação da Companhia. Na ocasião, junto ao Diretor Técnico da Companhia, Silval Reis, definiu-se pela criação de comissões entre os produtores e técnicos para análise de viabilidade. Também foi sugerida a constituição de uma cooperativa, fato consolidado na noite de ontem.

O presidente eleito na noite desta terça-feira no Auditório da ACIPA, Ivanir Dalanhol, destacou que a formalização da Coocampal é o início da construção de uma sólida parceria com a Codapar, para que ela continue funcionando no município. “A cooperativa é o caminho para a viabilidade de parceria entre produtores de Palmas e a Companhia”, disse ele. A Unidade Frigorífica da Codapar em Palmas, localizada às margens da PRC 280, tem capacidade para armazenar 7.000 toneladas em 19 câmaras frigoríficas e 03 antecâmaras.

Em 2015 os produtores de maçã de Palmas colheram aproximadamente 12.000 toneladas. Já a produção de batatas alcançou as 42 mil toneladas somente nas lavouras do município. Os bataticultores plantam em outros municípios desta região próxima e trazem a produção para as unidades de beneficiamento aqui instaladas.

Uma das maiores preocupações dos produtoress é com relação ao elevado custo para armazenagem na estrutura da Companhia local, bem acima dos valores praticados em outras unidades privadas instaladas na região. Com a participação destes no gerenciamento, através da cooperativa, os preços atualmente pagos pelos serviços cairiam aumentando a possibilidade de competição dos produtos no mercado e motivando a novos investimentos no setor de hortifrutigranjeiros.

RBJ
Autor: Ivan Cezar Fochzato

Outras Notícias