Propriedades familiares dão o tom nos EUA

Categoria Geral - 18 de março de 2015

A área de estatísticas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (Nass, na sigla em inglês) informou que 97% das 2,1 milhões de propriedades rurais identificadas no último censo sobre agricultura e pecuária no país são familiares. Os dados, divulgados ontem, são de 2012.

Do total de propriedades, 88% são de pequeno porte, conforme o Nass, que também apontou que 58% delas têm algum sistema de venda direta aos consumidores. O Nass considera que uma propriedade agrícola familiar de pequeno porte tem receita bruta de menos de US$ 350 mil anuais; as médias têm entre US$ 350 mil e US$ 999,999 mil, e as grandes tem receita superior a US$ 1 milhão.

O censo americano define que uma propriedade familiar é aquela que tem o negócio principal tocado pelo proprietário ou por indivíduos relacionados ao dono por meio de laços sanguíneos, casamento ou adoção.

O levantamento mostra, ainda, que 64% do comércio de vegetais e hortaliças dos Estados Unidos e 66% das vendas de laticínios vêm de 3% das fazendas, consideradas grandes ou muito grandes.

“Não importa se é grande ou pequena – na Costa Leste, Costa Oeste, ou no Meio-Oeste -, o fato é que a agricultura familiar produz alimentos para todo o país e para o mundo”, destacou o diretor de divisão de estatísticas da Nass, Hubert Hamer, em comunicado. “O que descobrimos é que as empresas familiares estão no cerne da agroindústria dos EUA”.

Por: Fernanda Pressinott | De São Paulo


Outras Notícias