Quarta-feira gelada no Sul e chuvosa no centro-norte

Previsão do Tempo - 27 de Abril de 2016

  A frente fria que vem provocando chuvas em diversas localidades desde a segunda-feira, avança pela faixa leste do Sudeste onde ainda provocará chuvas sobre São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Pará, Rondônia e no Matopiba. Os volumes não serão altos, mas suficientes para interromper essa secura que vem ocorrendo. E essas chuvas continuarão beneficiando as lavouras de milho safrinha, algodão e demais culturas de 2ª safra, bem como as hortaliças, café, citros e cana de açúcar.

                No Sul a quarta-feira será de tempo aberto, mas com temperaturas bem baixas, uma vez que a massa de ar polar já avança pela Região. Muitos municípios gaúchos já registram temperaturas abaixo dos 10°C nessa manhã. E a tendência é que esse frio aumente nas próximas duas madrugadas, com previsão até mesmo para geadas nessas próximas duas madrugadas. Não irá atingir as principais regiões produtoras de milho safrinha do Paraná e do Mato Grosso do Sul, felizmente. á e do Mato Grosso do Sul, felizmente.

                E para os próximos dias, o tempo voltará a ficar firme em todo o Centro-Sul do Brasil, devido ao afastamento e enfraquecimento da frente fria, que dará lugar para a massa de ar polar. Assim, toda a região terá nesses próximos dias temperaturas baixas. E esse padrão meteorológico manterá as condições desfavoráveis ao milho safrinha, uma vez que várias localidades não receberam volumes significativos de chuvas, ao ponto de neutralizar as perdas e, principalmente, manter um mínimo de umidade suficiente no solo para garantir melhores condições ao desenvolvimento da planta nesse novo período de tempo firme e sem chuvas. As chuvas só deverão retornar às regiões produtoras de milho por volta do dia 10/05.

                No Rio Grande do Sul, Argentina e Uruguai, o tempo firme desses próximos dias, permitirá o avanço da colheita da soja, milho e arroz. E nos Estados Unidos, os próximos 5 dias serão mais chuvosos o que poderão atrapalhar o pleno andamento do plantio. Mas como esse trabalho está bastante adiantado, em relação ao mesmo período do ano passado, não haverá prejuízos às culturas.

 

Outras Notícias