Se fosse um país, o cooperativismo seria do tamanho da China 

Categoria Geral - 18 de outubro de 2020

Para comemorar o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito, conheça os números do sistema 

Celebrado anualmente na terceira quinta-feira de outubro, o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito (DICC) tem como propósito divulgar e fortalecer o sistema das cooperativas financeiras, disseminando os números construídos mundialmente pelo sistema. Neste ano, a data é comemorada hoje,15 de outubro.

“O cooperativismo financeiro é um modelo de negócios pujante, com sólido crescimento em números e uma notória contribuição para o desenvolvimento social. Como são instituições formadas por pessoas e para pessoas, as cooperativas tendem a operar com taxas mais atrativas, distribuem os resultados (sobras) com todos os associados no final do exercício e atuam junto às comunidades de forma contínua e profícua”, comentou Clidenor Gomes Filho, presidente da Central Sicoob Uni.

Conheça os grandes números do cooperativismo no Brasil e no planeta.

 No mundo 

O modelo de negócios cooperativista está presente em 150 países, reunindo mais de 1,2 bilhão de associados (que juntos, poderiam povoar a China – nação mais populosa do mundo). Esses dados são do anuário 2019 desenvolvido pelo Sistema OCB, com dados da World Cooperative Monitor.

No mundo, o cooperativismo gera 280 milhões de empregos de forma direta, distribuídos em 3 milhões de cooperativas. No Brasil, 5,2% da população é associada a uma cooperativa financeira, nos Estados Unidos, esse número chega a 52,87%.

Na Alemanha, as instituições financeiras cooperativistas administram quase US$ 700 bilhões em ativos; no Canadá são US$ 311 bilhões; na França, esse montante supera os US$ 4 trilhões; por sua vez, no Brasil, esse valor é de apenas US$ 77 bilhões.

Apesar da distância entre os números do cooperativismo brasileiro em comparação aos de outras nacionalidades, as cooperativas têm crescido no Brasil: nos últimos 8 anos, a quantidade de cooperados aumentou 62% 

No Brasil 

No Brasil, a base de cooperados atingiu a marca de 10,9 milhões de associados em 2019, conforme levantamento realizado pelo Banco Central e consolidado no Panorama do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo (SNCC).

O sistema apresenta um crescimento 2,7 vezes maior em comparação ao conjunto dos demais segmentos das instituições financeiras no país. Em 2019, o SNCC contabilizou R$274 bilhões em ativos totais, no mesmo sentido, as captações somaram R$204 bilhões ao final do ano.

No Brasil, as cooperativas financeiras crescem de forma consistente, fomentando e promovendo ativamente o desenvolvimento social, conforme apontou pesquisa realizada pela Fipe em 2020. Confira outras conclusões do estudo:

– O cooperativismo incrementa o Produto Interno Bruto (PIB) per capita dos municípios em 5,6%;

– As cooperativas foram responsáveis pela criação de 79 mil novas empresas e pela geração de 278 mil empregos;

– O sistema agregou às cidades onde atua mais de R$ 48 bilhões em um ano;

– Cada R$ 1,00 concedido em crédito gera R$ 2,45 no PIB da economia.

Fonte: Sicoob


Outras Notícias