Seca reduz em 16% safra de soja do RS

Agricultura - 4 de março de 2020

A seca que ocorreu no interior do Rio Grande do Sul neste ano acabou reduzindo, até então, a afra de soja em aproximadamente 16%, segundo estimativas da Emater-RS. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, a produção não deve passar de 16,5 milhões de toneladas nesta safra.

“Nós  vemos  algumas  perdas  muito significativas, em  decorrência  da  estiagem,  que  ainda  deixa  o  Rio  Grande  do  Sul  em  alerta. Podemos ter ainda um agravamento dessa estiagem nos próximos dias, que apresentam uma expectativa de previsão do tempo sem chuvas e que  poderá  transformar  essa  estiagem  em  seca,  agravando  ainda  mais  os  reflexos  negativos  na  safra  de  verão”,  disse  o secretário estadual da Agricultura, Covatti Filho.

Ainda segundo a Consultoria, o Rio  Grande  do  Sul é um  dos poucos Estados a  apresentarem problemas  com a  seca neste ano, enquanto  outras regiões  têm registrado chuvas abundantes  que estão impulsionando  as  produtividades da  soja e  garantindo uma  safra recorde  da  oleaginosa até o  momento, de acordo com analistas. “Até meados do mês passado, algumas consultorias viam a safra do Brasil, maior exportador mundial de soja, que deve se consolidar também como maior produtor em 2019/20, acima de 125 milhões de tonelada”, completa.

Nesse cenário, a “colheita de soja da safra 2019/20 no Paraná atingia até segunda-feira 54% da área plantada, avanço de 12 pontos percentuais em relação à semana anterior, informou o Departamento de Economia Rural (Deral) nesta terça-feira. Segundo o Deral, a condição da oleaginosa no Estado é predominantemente boa (93%)”.

Fonte: Agrolink Por Leonardo Gottems

Crédito: DP Pixabay


Outras Notícias