Soja Brasil sobe puxada por alta em Chicago

Agricultura - 12 de julho de 2019

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a quinta-feira (11.07) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação subindo 0,48%, para R$ 79,10/saca. Com isto as perdas mensais foram reduzidas para 3,30%.

Já no interior, que sofre outras influências, principalmente o preço do milho, que está caindo, sobre o farelo, o preço da soja recuou 0,15% para R$ 73,77/saca, aumentando as perdas do mês para 2,55%. “A alta de 0,36% da cotação da soja em Chicago suplantou a queda de 0,19% do dólar no Brasil, permitindo ao preço sobre rodas nos portos avançar”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

De acordo com o analista Luiz Pacheco, a China aparentemente se manteve fora de mercado nesta quinta-feira: “O mercado de Paper em Paranaguá não teve negócios. Os prêmios do mercado C&F (posto na China) para a soja brasileira terminaram o dia em 186 (197)q para Julho, 194 (205)q para Agosto, 215q para setembro, 132k para abril e 132k para maio. Para a soja argentina continuou de 156q para Ago e para a soja americana no Golfo a 195q também para agosto.

Com relação aos subprodutos, o pellets de soja foi negociado em Rotterdam a US$ 373,00 (369,00)/t. Quanto aos óleos vegetais, o óleo de canola foi negociado em Rotterdam a US$ 826,88 (826,26)/t. O óleo de linhaça, a US$ 777,50 ( 777,50), o de soja a US$ 740,25(731,71), o óleo de girassol a US$ 752,00 (755,00), o óleo de palma a US$ 485,00 (485,00).

Fonte: Agrolink Por Leonardo Gottems 


Outras Notícias