Uma Quaresma atípica e que ficará marcada na história do setor de ovos

Categoria Geral - 10 de abril de 2020

Neste ano o período que, quase sempre, é o melhor do ano para o consumo de ovos foi potencializado por uma aquisição mais robusta dos consumidores diante da necessidade de reclusão domiciliar imposta pelas autoridades em resposta ao enfrentamento da pandemia relacionada ao vírus da Covid-19 (Coronavírus).

Com disponibilidades mais ajustadas na base de produção, o crescimento extraordinário na demanda causou dificuldades aos produtores de ovos em atender todos os pedidos. Entretanto, essa falta permitiu que pudessem reajustar os preços e, diferente do verificado no mercado de frango vivo e abatido, acompanhar o expressivo aumento verificado na aquisição das matérias-primas básicas utilizadas na alimentação das aves, milho e soja.

Assim, o preço da caixa de ovos brancos que conseguia apenas se aproximar dos R$100,00, ultrapassou esse limite e foi, sucessivamente, superando os novos recordes alcançados. Ao final, atingindo preço mínimo de R$112,00 e máximo de R$114,00, aparenta ter encontrado um teto limite aos negócios.

Considerando o acompanhamento de preços no período da Quaresma, o índice deste ano não tem nada de especial, superando levemente o alcançado no ano passado e, como já ressaltado anteriormente, permanece abaixo dos índices máximos alcançados em 2008, 2014 e 2017. Mesmo assim, na comparação com o índice histórico dos últimos 16 anos a diferença é extremamente positiva, acima dos 14 pontos percentuais.

Fonte: OvoSite

Crédito: DP Pixabay


Outras Notícias