Vietnã pede à Rússia que interrompa exportações de trigo

Agricultura - 18 de outubro de 2019

O Vietnã pediu à Rússia que suspenda temporariamente a emissão de certificados de exportação de trigo, informou a Reuters em 17 de outubro. Yulia Melano, porta-voz do grupo russo de vigilância sobre segurança Rosselkhoznadzor, disse à Reuters que o grupo está atualmente trabalhando com representantes do Vietnã para retomar o fornecimento russo de trigo.

A Rússia é o maior exportador de trigo do mundo e o Vietnã é um grande comprador de trigo. Esse cenário, então pode ter uma grande mudança no comércio global do cereal de inverno, que movimenta todo o mundo.

Há um ano, o Vietnã diminuiu significativamente suas compras de trigo russo depois de encontrar importações contendo sementes de cardo. Melano disse que o Vietnã não comprou trigo russo entre novembro de 2018 e junho de 2019. No entanto, o Vietnã importou 229.100 toneladas de trigo da Rússia em julho e agosto deste ano.

“É prática comum para os países importadores realizarem verificações adicionais”, disse Melano à Reuters. Melano disse que conversas adicionais sobre o assunto serão realizadas de 20 a 22 de outubro, quando representantes da organização russa planejam participar do descarregamento de um suprimento de grãos russos para o Vietnã.

Em relação ao Brasil, os preços de exportação estão subindo, segundo informou o especialista Luis Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica. “Nesta semana o preço do trigo no porto de Rio Grande começou a R$ 720,00, subiu para R$ 740,00 e hoje atingiu R$ 760,00/tonelada seguindo as altas do dólar e das cotações em Chicago. Já foram negociadas cerca de 100 mil t, embora hoje o movimento tenha sido quase zero”, conclui.

Fonte: Agrolink Por Leonardo Gottems


Outras Notícias