Produtores rurais de Urucuia aprendem sobre irrigação por aspersão

Produtores rurais já começam a se preocupar com a seca, que afeta consideravelmente a agricultura e a pecuária

Entramos na segunda metade do ano, e muitos produtores rurais já começam a se preocupar com a seca, que afeta consideravelmente a agricultura e a pecuária. Mas em Urucuia criadores de gado leiteiro estão preparados para enfrentar esse período difícil. Devido à parceria do Sindicato dos Produtores Rurais do município com o Senar Minas, eles fizeram o curso de Irrigação por Aspersão.

Segundo o instrutor do curso, João Renato Costa, os participantes aprendem como operar o sistema de irrigação corretamente e também a dar manutenções para manter o sistema sempre em funcionamento. “Normalmente, os produtores rurais pagam caro por esse sistema e não sabem utilizá-lo, não conhecem as técnicas de operação nem de manutenção, e por isso, acabam perdendo o que investiram, além é claro, dos prejuízos com a perda das plantações”. No caso de Urucuia, onde predomina a atividade leiteira, os produtores plantam para alimentar os animais. Por isso, se faltar alimento pode faltar leite e, consequentemente, renda para o sustento familiar.

João Gomes é produtor de leite há muitos anos. Atualmente, produz aproximadamente 200 litros por dia, de apenas 15 vacas em lactação, ele tem 30 ao todo. O principal alimento é o silo, feito com capim e milho, que são plantados em uma área de 30 hectares. João conta que pretende aumentar a produção de leite para até 400 litros por dia, e para isso está adquirindo mais vacas. Além disso, comprou um sistema de irrigação por aspersão para as lavouras. “Nesse período seco, as lavouras são muito prejudicadas e a melhor solução é a irrigação. Comprei o sistema, mas não sabia utilizá-lo, por isso quis fazer o curso. Agora estou confiante que desta vez a seca não vai atrapalhar”.

“Nenhum dos participantes tinha conhecimento suficiente para operar o sistema de irrigação, mas agora todos aprenderam. Tenho certeza que não haverá mais tanto aperto nesse período”, conclui o mobilizador do Sindicato dos Produtores Rurais de Urucuia, Antônio Passos Almeida.

Fonte: Faemg

Crédito: Domínio Público/Pixabay