Satis lança programa de tecnologia de aplicação

Aplicar mais, pulverizar menos. Esta é a mensagem principal do Aplik+, programa de tecnologia de aplicação desenvolvido pela Satis, empresa mineira especializada em nutrição vegetal. A iniciativa visa orientar o produtor a obter maior eficiência das soluções utilizadas no manejo da lavoura. Com o objetivo de compartilhar informação qualificada e estreitar o relacionamento com o cliente, a novidade foi apresentada oficialmente como grande destaque da 4ª Convenção Satis, realizada em julho, em Belo Horizonte.

 

Tanto para a nutrição vegetal quanto para o controle sanitário das plantas, a pulverização da lavoura implica o desafio de alinhar produtos de qualidade a técnicas adequadas de aplicação conforme a necessidade da lavoura. Na prática, o programa Aplik+ fornecerá uma espécie de consultoria ao produtor diretamente no campo, levando conhecimento científico a fim de garantir que as soluções utilizadas atinjam o alvo desejado, com menos desperdício e maior qualidade. Uma Equipe de Difusão está sendo capacitada pela Satis para prestar orientações diretamente no campo, auxiliando clientes nas diversas regiões agrícolas do país em que a empresa está presente.

 

O lançamento do programa contou com palestra do especialista Filipe Moura, da Moura Consultoria, que chamou atenção para diferentes detalhes técnicos no processo de pulverização, como compatibilidade de produtos na elaboração da calda, velocidade da máquina, pressão, formação de gotas, entre outros pontos. Segundo o consultor, estudos realizados com a cultura da soja no Brasil, por exemplo, mostram que algumas lavouras deixam de produzir 15% de seu potencial em função da falta de cuidados específicos no processo de aplicação.

 

Junto ao lançamento do programa, também foram apresentados pela Satis os produtos VitaphixVitaphix N e Vitaphix Power, formulações desenvolvidas para dar maior eficiência desde a elaboração da calda até a absorção de nutrientes pela planta. Com estas novidades, em especial, o lançamento do Programa Aplik+, a Satis busca reforçar sua presença junto ao quadro atual de produtores clientes, onde identifica uma série de demandas ainda não atendidas e que podem ser revertidas em novas oportunidades de negócio em todo o Brasil. “A ideia é compreender melhor a necessidade do produtor na lavoura a fim de oferecer uma consultoria técnica em que apresentamos a diversidade de soluções que já dispomos no mercado”, comenta o Diretor Executivo da Satis, Endrigo Bezerra.

 

Ao estreitar o relacionamento com o produtor, a empresa também projeta incrementar sua carteira de clientes em 30% nos próximos três anos, reforçando a participação em mercados como de café e de hortifrutigranjeiros. Estrutura para atender a perspectiva de crescimento já existe. A indústria localizada em Araxá/MG pode produzir até 4 milhões de litros por turno – hoje a demanda representa 30% desta capacidade. Apesar da instabilidade econômica do país, a empresa vem aumentando seu faturamento em média 30 a 40% nos últimos três anos. De acordo com o presidente da empresa, José Nascimento Ribeiro, com as novidades apresentadas na convenção de Belo Horizonte, a companhia pretende aumentar seu ritmo de crescimento. A empresa espera ampliar seu faturamento para a marca de R$ 100 milhões dentro de três anos – aumento estimado que supera os 300%.

Fonte: Assessoria/Divulgação