SP: prazo para comprovar vacinação contra aftosa termina dia 7 de junho

O prazo para o produtor rural entregar a declaração de vacinação contra a febre aftosa em São Paulo termina no próximo dia 7 de junho, de acordo com a Secretaria de Agricultura do Estado. A campanha de imunização dos rebanhos se encerrou no dia 31 de maio e tinha como meta vacinar 4,6 milhões de bovídeos (bovinos e bubalinos) com idade entre zero e 24 meses. O documento pode ser entregue até as 23h59min.

As entregas da declaração, que é o comprovante oficial de que o pecuarista vacinou seus animais, devem se intensificar nos próximos dias, especialmente nas cinco maiores regionais da Coordenadora de Defesa Agropecuária (CDA). O Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) da região de Presidente Venceslau já registrou a declaração de 77,4% do rebanho, de mais de 330 mil bovídeos. A cidade, juntamente com os municípios de Presidente Prudente, General Salgado, São José do Rio Preto e Andradina representam 23,1% das propriedades de todo o Estado.

O criador precisa estar atento ao prazo de entrega da declaração, pois a vacinação contra a febre aftosa é obrigatória. Deixar de vacinar ou de declarar a vacinação sujeita o criador a multas, cobradas pela Unidade Fiscal de São Paulo (Ufesp). São cinco Ufesps (R$ 125,35) por cabeça por deixar de vacinar e três Ufesps (R$ 75,21) por cabeça por deixar de comunicar a vacinação.

As informações são do jornal O Estado de São Paulo.