Agricultura Digital

Categoria Geral - 11 de julho de 2016

No Global Agribusiness Fórum em São Paulo, promovido pela Datagro na última semana, teve como um dos temas a Agricultura Digital.

O presidente da Monsanto Brasil, Rodrigo dos Santos, disse que o plantio da soja envolve hoje cerca de 400 variáveis. Com as tecnologias digitais e pelo conceito do BigData, os produtores rurais poderão reunir mais de 400 variáveis e transformar esse imenso estoque de dados em análises e decisões.

Isso é a smart farming, agropecuária inteligente, ou como também esta sendo chamada: Agricultura digital. O aumento da produção de alimentos doravante advirá em 95% de produtividade. Ou seja, eficácia e inteligência no uso da tecnologia. O produtor do futuro será um agromontador de sustentabilidade intensiva, um gestor de agricultura de precisão.

Conversei com Mateus Holtz – agrônomo formado pela Esalq e diretor no Brasil da Climate, braço da Monsanto para agricultura digital. Essa empresa foi adquirida pela Monsanto e nasceu como start up no Vale do Silício, por 2 ex funcionários do Google. Hoje temos no Brasil 33 produtores rurais em teste com essa plataforma de tecnologia da informação, e estima-se que em 2 anos esta seja lançada no país. Quais são os fatores limitantes? Eu diria que as telecomunicações. Esta pode ser uma grave barreira para a adoção da nova gestão no Novo Agro. E aí está uma oportunidade de novas carreiras para jovens brasileiros.

Por: José Luiz Tejon

Outros Artigos