Funrural – O desrespeito ao produtor rural

Categoria Geral - 31 de Março de 2017

Por Valdecir Sovernigo

Companheiros produtores de alimentos minha saudação. É muito triste, decepcionante, deprimente, constatar mais uma decisão política da mais alta corte do Judiciário, a constitucionalidade do Funrural, tema de decisão contrária em 2011. Como leigo, ignorante, em sabedoria jurídica, achava eu, que ministros de cortes superiores, com ilibado saber jurídico, decidiam tecnicamente na interpretação das leis, e as mesmas convergiriam para unanimidade, assim como a matemática, com resultado preciso e previsível. LEDO ENGANO. Ignorância total da minha parte.

Como é possível de onze votantes, o placar ser de 6×5? Que interpretações e análises esdrúxulas divergentes dos mestres do saber jurídico.  E como é possível, tecnicamente falando, ser a favor num determinado momento, e ser contra depois, sobre o mesmo assunto?  Será que não sentem vergonha, pois isto evidencia que nada sabem, que seus conhecimentos estão contaminados, e os anos de estudo e dedicação foram em vão, e que suas decisões têm interesses e privilegiam certos setores? Onde está a ética, a moral, a vergonha, a conduta do ser humano?  Isto comprova que nada sabem, que são néscios, ignaros e estão a serviço de castas privilegiadas. Que desmoralização. Vivemos numa inversão total de valores. Não temos saúde, educação, segurança, infraestrutura. O professor é subordinado aos alunos e pais; o policial aos bandidos…

Nada pode se fazer contra os adolescentes infratores, e assim por diante. Mas o que fazer diante desta anarquia generalizada, da insegurança jurídica, do desprezo ao empreendedor e a quem produz, num massacre burocrático, de leis, e tributação escorchante, premiando os parasitas, os sanguessugas, os corruptos e os vendilhões de nossa pátria? Dizem que as pessoas de bem são maioria. Mas onde estão elas? Anestesiadas, acovardadas, deprimidas, inertes sem capacidade de reação? Mas não somos maioria? E poder não emana do povo?  E nossas entidades? Estão contaminadas também? Vamos assistir de braços cruzados nossa autodestruição? Pretendo continuar neste assunto. Já é tarde. Vamos refletir. Temos que sair da conversa e partir para ação.  Boa noite e abraço a todos.

Valdecir Sovernigo é produtor rural gaúcho, estabelecido em Goiás há mais de 30 anos, formado em engenharia agronômica em 1973.

Outros Artigos