Infocafé: Cotações

Infocafé de 19/08/22.
MERCADO INTERNO
BOLSAS N.Y. E B.M.F.
Sul de MinasR$1.290,00R$1.240,00 
Contrato N.Y.
Fechamento
Variação
MogianoR$1.290,00R$1.240,00Dezembro/2022213,35+1,50
Alta Paulista/ParanaenseR$1.240,00R$1.220,00Março/2023209,10+1,45
CerradoR$1.290,00R$1.240,00Maio/2023206,55+1,50
BahianoR$1.240,00R$1.220,00 
* Cafés de aspecto bom, com catação de 10% a 20%.
Contrato BMF
Fechamento
Variação
FUT 2023 6/7 15% cat SetR$1.240,00R$1.210,00Dezembro/2022257,45-0,55
FUT 2024 6/7 15% cat SetR$1.260,00R$1.230,00Março/2023258,25-1,75
Dólar Comercial:R$ 5,1675   

O mercado operou com alta na sexta-feira (19), a posição dezembro oscilou entre a mínima de -2,40 pontos e máxima de +2,85, fechando em +1,50 pts. O acumulado na semana é de -9,05 pts.

A moeda norte-americana recuou 0,08%, vendida a R$ 5,1675. Com o resultado desta sexta, acumulou alta de 1,87% na semana. No radar dos investidores está, novamente, a taxa de juros dos Estados Unidos, após responsáveis do BC local terem dito que será preciso continuar a aumentá-la para controlar a inflação, enquanto delibera quão rápido e quão alto eles devem subir. “Até o Fed parece ter dificuldade em dar sentido aos dados, uma vez que os decisores de política estão a ter dúvidas sobre o ritmo de subida das taxas”, disse o analista de investimentos da XM, Raffi Boyadjian, à Reuters. Participantes do mercado tendem a reforçar a busca por dólares quando o banco central dos EUA oferece sinalizações mais duras sobre seu combate à inflação, e, no sentido oposto, costumam migrar para ativos mais arriscados após comunicações mais brandas. Na cena local, o principal motivo de cautela era a corrida eleitoral ao Planalto, que começou oficialmente nesta semana. Fonte: G1.

Até esta sexta-feira, 19/08, trinta e um agentes financeiros tiveram seus contratos publicados no Diário Oficial da União (DOU) e estão aptos a operarem os recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé). O Conselho Nacional do Café (CNC), guardião do Fundo, acompanha diariamente o andamento das liberações. Os produtores de café do Brasil podem acessar os recursos nos agentes com os quais mantém relacionamento financeiro. Dos R$ 6,058 bilhões ofertados na safra 2022/2023, já estão disponíveis mais de R$ 5,42 bilhões, cerca de 89% do valor global. A previsão é que ainda em agosto, 100% do valor do Funcafé esteja contratado e à disposição dos cafeicultores. Fonte: CNC via Notícias Agrícolas.

Fonte: Mellão Martini